terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Floripa Eko House é certificada pelo Referencial GBC Brasil Casa no nível Ouro, com consultoria da EcoBuilding

A Floripa Eko House é uma residência sustentável construída em um condomínio em Florianópolis/SC, certificada, neste mês de Janeiro de 2018, pelo Referencial GBC Brasil Casa no nível Ouro, com consultoria de sustentabilidade da EcoBuilding Consultoria.

Trata-se da 1a residência sustentável certificada na região Sul do Brasil e a 2a do país certificada na versão 1 do Referencial Casa (há 4 casos de projetos-piloto residenciais já concluídos). Entre todos os casos, a Floripa EkoHouse é 4o do país a receber a certificação no nível Ouro.

A certificação foi conquistada após um processo que se iniciou ainda nas primeiras fases do projeto, envolveu cuidadoso acompanhamento da execução das obras e foi concluído com a casa já habitada por suas proprietárias.

Para alcançar o nível de certificação Ouro no Referencial GBC Brasil Casa, com a obtenção de 65 pontos em total nas 8 categorias do processo, foram implementadas diversas estratégias e soluções que promovem melhores desempenhos ambientais e performances operacionais, além de maior qualidade dos espaços construídos.

Com 240 m2 de área construída, a residência foi projetada, desde a sua Arquitetura, para privilegiar o conforto dos usuários com eficiência no uso de recursos. Diversas soluções entre as suas instalações prediais e equipamentos proporcionam reduções de consumos de energia e água, além maior controle das operações, tais como:

a) Isolamento térmico de coberturas e paredes externas;
b) Parede vegetada,
c) Sistemas solares fotovoltaicos para a geração de energia elétrica (suficiente para mais de 25% da demanda de energia da casa);
d) Sistemas solares térmicos para aquecimento de água servida (100%);
e) Coleta e tratamento da água de chuva;
f) Sistema de tratamento de águas residuais (biológico, com tanque de evapotranspiração);
g) Metais e louças sanitárias de baixo consumo de água;
h) Iluminação eficiente;
i) Paisagismo eficiente, para reduzir a rega;
j) Uso de equipamentos eletrodomésticos etiquetados Procel nível A;
k) Despensa da necessidade do uso de ar condicionado (foi deixada previsão);

A Floripa EkoHouse também é eficiente no que se refere ao uso de materiais e aos resíduos gerados. Várias estratégias colaboram para tal:

l) Estrutura em Steel Frame e vedações em gesso acartonado;
m) Materiais de acabamento de baixo impacto ambiental (com documentação comprobatória);
n) Escolha e implantação de materiais livres de agentes nocivos;
o) Criterioso controle da geração e destinação adequada do resíduo gerado da obra (mais de 96%);
p) Uso de madeira legalizada;

O empreendimento também pontuou no processo nos seguintes outros aspectos:

q) Localização bem servida de transportes públicos e outros serviços comunitários;
r) Implantação de baixo impacto e alta permeabilidade;
s) Prezou pela legalidade em todos os contratos de prestadores de serviços e fornecedores;
t) Foi desenvolvido manual do proprietário para orientar a boa operação e manutenção da casa, ao longo da sua vida útil;

Quanto custou tudo isto?

O custo adicional para se construir a casa, segundo Fernanda Dutra, proprietária, ficou na ordem dos 10%, embora nestas considerações não se tenha tomado o cuidado de aferir destacadamente quais aspectos foram considerados especificamente em função do processo de certificação.

Ou seja, considerados todos os benefícios, imediatos e principalmente de largo prazo, podemos afirmar, com segurança, que a adoção do processo de certificação Referencial GBC Brasil Casa é de fato viável e muito eficaz para garantir a construção de casas comprovadamente sustentáveis, com benefícios importantes para todo o processo, desde o projeto, passando pela obra e se prologando por toda a vida útil do empreendimento.

Ganham os proprietários, que terão uma casa mais eficiente, saudável e sustentável e com elevado valor agregado, ganha o entorno imediato, o meio ambiente como um todo, ganha a cidade, ganha o planeta.

Ficamos muito satisfeitos em termos podido colaborar com mais este caso de empreendimento sustentável e podermos demonstrar a sustentabilidade é algo possível, mesmo para residências e todos os envolvidos devem promover iniciativas como estas.

Parabéns às proprietárias, projetistas, construtores, fornecedores, equipe GBC Brasil e equipe de consultores da EcoBuilding, a saber: Arq. Marina Risse, Arq. Jéssica Gaspar, Eng. Eduardo Cunha e Arq. Larissa Murakami.

Se você trabalha com projetos ou obras de residências, em qualquer parte do Brasil, consulte-nos. Não perca a oportunidade de fazer deste próximo projeto uma casa de fato sustentável. Conte conosco para avaliar a viabilidade técnica (e econômica) da adoção da certificação como um guia para a implementação de estratégias de sustentabilidade que farão toda a diferença no projeto e na obra da casa e na qualidade de vida dos seus usuários.

Em tempo: Em agosto de 2017, durante a Green Building Brasil, realizada em São Paulo, apresentamos palestra sobre o caso da Floripa EkoHouse. Assista a um vídeo resumo da palestra aqui no Blog do Macedo (ver abaixo).

Até a próxima!

Antonio Macêdo Filho, LEED AP BD+C
Diretor EcoBuilding Consultoria

Nenhum comentário: